[Bate-papo] Virei vegetariana e mudanças para o canal!

13 novembro, 2015
Queridos e queridas! Como vão? =D

Hoje falaremos de um assunto relativamente polêmico: ser vegetariano(a).

Vou deixar o vídeo primeiro no qual falei sobre esta escolha e como isto mudará o canal e blog. Mas, se não quiserem ou puderem assistir, vou falar aqui a seguir.



1. De onde surgiu essa ideia? 

Bem, tenho vontade de ser vegetariana desde os 11/12 anos, quando estava na 5ª série. Meu professor de Português (!!!), que era (não sei se ainda é vivo) bastante interessado em assuntos exotéricos e vivia falando sobre como funcionava o carma, profecias, etc. (eu amava ouvir sobre tudo isso). Em uma dessas aulas, ele mencionou que a carne apodrecia dentro de nossos corpos e que isso era ruim, pois levaria, no mínimo, um mês para que essa energia saísse de nossos corpos. Além disso, falou de Da Vinci, que dizia que não aceitaria um animal apodrecendo em seu corpo.

Tentei ficar sem comer, mas não consegui. Eu era muito jovem.

Mas, lembro que quando criança não gostava de comer carne. Sentia sempre um gosto de podre, mas como todos comiam, senti que o problema era comigo.

Tanto é que nunca consegui comer a coxa do frango, pois a parte de dentro, perto do osso, tinha um gosto muito forte.

Mas o "clique" mesmo ocorreu quando meu esposo e eu começamos a assistir às palestras do Professor Laércio (clique aqui para conhecer o canal dele no Youtube), que fala de diversos assuntos relacionados à luz. Nas palestras dele, ele frisou a necessidade de parar de comer carne para que possamos buscar a luz, pois esse alimento carrega muita energia ruim, em variados sentidos.

2. Como foi o começo?

Deixar de ter um hábito é muito difícil e trabalhoso; e por isso é preciso ir devagar e com bastante insistência. 

Tivemos a ideia de começar em março deste ano, mas não paramos 100%, pois comíamos nos fins de semana ou nas casas de pessoas que visitávamos. E não ficamos contentes com isso.

Foi quando em maio decidimos parar de vez.

No início foi complicado, pois, pelo menos para mim, foi como deixar de ser uma viciada. Fugia das carnes, do cheiro dela, etc. Mas, depois de uns 2 meses já fica algo super natural.

3. Qual o maior desafio depois que já está nesse caminho?

Acho que o maior desafio é você "se impor" quando vai até a casa de uma pessoa que não sabe de seu hábito. Isto ocorreu na casa do meu chefe, que achou bem ruim não comermos. =/ 

Mas, enfim, minha recomendação seria se prepararmos, ou seja, leve seu lanchinho, barrinha de cereal, etc. 

Ah, e também não começar a ingerir muito carboidrato, que um alerta de uma nutricionista quando vi uma entrevista na TV.

4. "Eu como carne e não vejo nenhum problema nisso".

Olha, eu era assim também em um momento da minha vida. E quando temos esse pensamento, realmente, não há "necessidade" de parar.

Meu problema é que eu amo bichinhos. Gente, eu não consigo conceber que uma pessoa que realmente ame os animais aceite de coração aberto, sem nenhum remorso, o fato de que se mata um animal para comer ou usar. Só porque não criamos vínculos afetivos com eles podemos comê-los à vontade? É por isso que não nos compadecemos com alguém que passa fome ou outra necessidade?

Mas, cada cabeça uma sentença. A partir do momento em que há uma conscientização, a responsabilidade é maior.

5. E quais são as mudanças para o canal?

Até setembro, eu ainda não tinha me atentado à questão dos testes em animais. Quando "me dei conta", aí não deu outra. =)

E o que tem de empresa que não liga para isso... Creio que menos de 10% das empresas devem se importar, pois a maioria das empresas que eu sempre gostei fazem testes.

Acredito que eu possa ter criado certa antipatia com várias pessoas, mas, infelizmente, é uma coisa que minha consciência me cobra, pois estou aqui para me contatar com pessoas e gostaria de trazer à tona essa discussão.

6. Você tem pretensão de virar vegana?

Eu realmente gostaria, mas aí seria muito mais difícil, por vários motivos. Mas, quem sabe? Ah, parei também de pensar em comprar coisas de couro, etc. (adeus, botinhas x.x)

Procure por empresas cruelty-free (que não testam em animais) em:

Peta.org (marcas internacionais): http://features.peta.org/cruelty-free-company-search/index.aspx
Pea.org.br (é outra instituição, que é nacional): www.pea.org.br/crueldade/testes/naotestam.htm 

Então é isso!

Ah, a premiação já passou! Por isso, se inscreva no canal para ficar por dentro dessas premiações! Teremos uma nova assim que chegarmos aos 10.000 inscritos!

Vou ficando por aqui!

Um super beijo e até o próximo!

Um comentário

  1. Amiga boa sorte na sua escolha, que seja o melhor pra vc, apoiadissimaaaa... um dia tomo coragem tambem! Já enviei o email!! Bjosssssssss

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar! =)


Lótus Rosa: [Bate-papo] Virei vegetariana e mudanças para o canal! - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
Miss Mavith - Design with ♥